quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Curso de Medicina Oral e Odontologia Hospitalar


Começa no próximo dia 13 de setembro, o curso de Medicina Oral e Odontologia Hospitalar promovido pelo Sindicato dos Odontologistas do RN, SOERN. O objetivo do curso é capacitar os cirurgiões-dentistas para o atendimento aos pacientes internados nos hospitais da rede estadual. Com duração de 13 meses, o curso, que é coordenado pelo dentista Lenilson Carvalho, terá carga horária de especialização e seguirá os moldes do atendimento feito no Hospital Sírio Libanês.
Fonte: Extra Comunicação

sábado, 25 de agosto de 2012

Câncer de Boca foi abordado no XII Congresso de Odontologia


O especialista em periodontia, Doutor em estomatologia, Professor  da Universidade Federal do Paraná e Consultor do Ministério da Saúde em Estomatologia, Cassius Carvalho Torres Pereira, convidado do SOERN, atraiu boa parte dos participantes do XII Congresso de Odontologia do RN, na tarde de ontem (25), para sua palestra, que falava sobre o Câncer Bucal. Cassius Torres é referência no Brasil em Estomatologia, especialidade da Odontologia que tem como finalidade prevenir, diagnosticar e tratar as doenças que se manifestam na cavidade oral e no complexo maxilo-mandibular.
O professor Cassius aproveitou o momento para alertar os profissionais e a população do RN, para as formas de diagnosticar e tratar precocemente o Câncer de Boca, a fim de diminuir o número de mortes causadas por essa doença. “É uma doença ligada ao tabagismo, etilismo, exposição solar, fatores socioeconômicos e HPV”, disse Cassius, que acrescenta que a doença em sua forma oral chega a ser a 5º colocada em homens e 8º em mulheres.
De acordo com o professor, a doença vem tomando proporções cada vez maiores e a rede pública precisa estar adaptada para receber esse problema. “A estratégia de gestão tem que ser feita de acordo com a demanda de cada região. A alta complexidade tem que estar capacitada, assim como a equipe de radioterapia e quimioterapia. No Brasil a expectativa é que surjam 14 mil novos casos”, alerta.
A prevenção primária, que trata da transversalidade e ataque aos fatores de risco, como por exemplo a diminuição de fumantes e alcoólatras, foi uma das sugestões feitas pelo estomatologista. “Já na prevenção secundária, processo de doença em início, é preciso intervir para mudar o curso da doença, estabelecer o diagnóstico precoce”.



O câncer da boca, conforme conta Cassius Torres, começa com uma lesão pequena, o chamado pré-câncer, que é também pré-maligna. “Raramente a gente considera a possibilidade que a doença já tenha um nascedouro forte. A prevenção secundária é importante e ajuda ao não desfiguramento, mutilação e o impacto de custo que é reabilitar um paciente com uma situação desta”, atenta o professor, que disse que, em fase avançada, a mortalidade é elevada, mesmo após o tratamento adequado.                                                                                                                                                                                             É possível fazer diagnóstico precoce da doença? Cassius acredita que o profissional da odontologia pode detectar o câncer em um estado mais inicial do que os médicos. “Esse dados são confirmados através de estatísticas, mas a maior parte da procura na rede vem através de encaminhamento de médicos. Para se ter uma ideia, apenas 6,35% procuraram primeiro o dentista”, conta. Ele acrescenta que a média de dias até procurar um profissional é de cerca de 273.
Já o prof. da UFRN, Dr. Antônio de Lisboa Costa, disse que recebe peças do Estado inteiro e de todos os dentistas de Natal. “Todas as peças que chegam ao laboratório, são processadas. As peças passam pelos alunos e se há suspeita, mandamos processar com mais rapidez e já fazemos o diagnóstico, como forma de agilizar o tratamento do paciente”, explica. Ele disse que toda as terças-feiras à tarde os alunos do mestrado atendem na clínica de patologia das 14 às 18h. “Deixo meu telefone a disposição para ajudar aos colegas, é o 99628214”, disse o profissional que tem viajado pelo RN inteiro apresentando trabalhos e discutindo as lesões com colegas dentistas.
A Coordenadora de Saúde Bucal do RN, Dra. Maria Goretti  Souza parabenizou a iniciativa do SOERN pela excelente explanação, que segundo ela, foi bastante rentável. Ela aproveitou para enfatizar o Decreto 7508, que estabelece novas normas para organização do Sistema Único de Saúde e fala da formação da rede para a Oncologia, na qual a odontologia está inserida.
Enquanto isso, coordenadora estratégico bucal do programa Saúde da Família, que representou a Secretaria Municipal de Saúde, Vera Castro, elogiou a palestra do professor e disse que com o aumento da mortalidade, relativa ao câncer bucal, faz nascer a necessidade de mais cursos de capacitação do tema, que ela classificou como agressivo.
Quando questionado sobre a importância de um estomatologista nos CEOs (Centro de Especialidades Odontológica), Cassius Torres respondeu que no Brasil existem menos estomatologistas do que CEOs. “Ainda que quisesse ter um em cada CEO, não poderia. É preciso haver uma reorganização das redes”.
Um dos grandes dilemas do debate, foi com relação ao auto exame. “Sobre o auto exame existe uma escassez de informações sobre o assunto. Tenho uma posição pessoal e cética. Não consigo imaginar que este exame possa ser incorporado pelo paciente. Sou professor e não faço em mim mesmo”, finaliza Cassius.

Mesa Redonda: Visão Atual da Atenção Odontológica nos Municípios de Natal/RN e Campo Grande/MS

border="0" height="240" width="320" src="http://1.bp.blogspot.com/-Q4lhuMv0wMk/UDjHTz5vX_I/AAAAAAAAASk/vaXbCDZOIXo/s320/x6soern.jpg" />
O SOERN comemora o sucesso da "Mesa Redonda: Visão Atual da Atenção Odontológica nos Municípios de Natal-RN e Campo Grande-MS", que ocorreu no XII Congresso de Odontologia do RN. O evento contou com a presença do Cirurgião-dentista, Eimar Lopes, da Coordenadora de Saúde Bucal da Estratégia de Saúde da Família, Vera Castro, que representou a Secretaria Municipal de Saúde, do Conselheiro Municipal de Saúde, C.D. Flávio Calife, da Prof. da Universidade Federal de MS, Dra. Valéria Lacerda e do representante do CRO, C. D. Gláucio Morais. A palestrante e professora, Dra. Valéria Lacerda, falou sobre o atendimento odontológico de Campo Grande. "Nada aconteceu do dia para noite. Reorganizamos o serviço odontológico e mudamos a visão, que era limitada ao atendimento escolar", inicia o discurso a profissional, acrescentando que, com a implantação do SUS, foi necessário abrir mão desse modelo que não funcionava mais. "Optamos por trabalhar com fortalecimento da atenção básica"' disse. Para conseguir chegar ao modelo atual de Campo Grande, elogiado nacionalmente, Valéria Lacerda conta que foi preciso organizar os serviços, mobilizar a categoria e contar com a força de vontade da gestão. "Em 1998 a secretaria de saúde comprou a vontade de realizar esta mudança. Tirou os dentistas da escola, mesmo havendo resistência de alguns e criou ambiente necessário para iniciar as mudanças. O prefeito contribuiu muito, foi um parceiro" lembra a professora. O trabalho em Campo Grande se iniciou em 1998, partindo da concepção de que para cárie não existe cura, existe controle. "Toda forma de planejar o serviço passou a ser diferente. O Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul foi essencial para a mudança. Hoje todos os nossos consultórios são novos, o mais antigo tem oito anos e todos contam com equipamentos da melhor qualidade", resume Valéria, que conta, ainda, que o sistema é organizado em formato de roseta, onde três profissionais clínicos gerais atuam em conjunto com um endodontista, além do odontomóvel que percorre todos os CEINFS (creches municipais de Campo Grande). "No laboratório de próteses temos atualmente seis dentistas e seis técnicos em prótese dentária, o que ainda não é suficiente", revela. De acordo com Valéria, foi através do sindicato, que os dentistas puderam batalhar pela abertura dos centros regionais e melhorias nas condições de trabalho, além da incorporação de produtividade e a negociação dos plantões. "A Secretaria de Saúde bancou cursos de capacitação e formação de profissionais, além de especialização de profissionais, que até hoje dão retorno para o município”, garante a professora. Com relação ao Prêmio Brasil Sorridente, Valéria disse que a cidade recebeu o prêmio com muita satisfação, porém o mais gratificante é saber da satisfação dos profissionais e demais membros da equipe, assim como da população. “É motivo de orgulho vir para fora falar da nossa cidade e mostrar como está o serviço do Mato Grosso do Sul”, finaliza. Quem falou em nome do Conselho Municipal de Saúde foi Flávio Calife, que deixou bem claro que a entidade, diferentemente do que muitos pensam, não é contra a UPA nem a AME, mas que eles lutam para que os funcionários sejam selecionados através de concursos públicos. "Dentro da gestão atual, não há comprometimento com a Odontologia. Esperamos que o próximo gestor utilize este modelo de Campo Grande como referência, pois esta gestão tirou um pouco de nossa dignidade", disse Flávio. Quem também deu uma palavra foi a diretora do SOERN, Teresa Neumann. “Temos entidades parceiras, conselho e sindicato, o que falta é a vontade política da gestão, que atualmente não dá a devida prioridade a saúde bucal. Conclamo a categoria a participar das assembleias, precisamos de massa humana para trabalhar conosco. A responsabilidade é de cada um de nós”. Representando a secretaria municipal de saúde, Vera Castro, que é Coordenadora de Saúde Bucal, disse que em Natal existe muita mudança de secretários e funcionários. “Todo consumo de Natal é comprado pelo setor de assistência farmacêutica e um departamento que é responsável pela entrega. A situação ficou insustentável. Acabou o Núcleo de Saúde Bucal. Natal é um sistema híbrido, a estratégia de Saúde da Família não funcionou. Nosso departamento de planejamento é excelente, mas nos deixa de mãos atadas porque nem sai as nossas licitações”, finaliza Vera. Ao final a plateia teve a oportunidade de interagir em debate com os participantes, despertando o desejo de mudança na assistência odontológica no município de Natal.

Abertura do XII Congresso de Odontologia do RN

A direção do SOERN marcou presença na cerimônia de abertura do XII Congresso de Odontologia do RN, um evento promovido pela ABO-RN. Na oportunidade o presidente da ABO-RN, Dr. Pedro Alzair, agradeceu a presença de todos e falou da grandiosidade do evento que ocorre a cada três anos desde o ano de 1969. Logo em seguida, Dr. Alzair entregou uma placa de homenagem a Dr. Lenilson de Carvalho, pela dedicação e pelos serviços prestados à odontologia do RN. O dentista, Dr. José Ivo Amaral, Presidente do Congresso, também deu uma palavra e aproveitou o seu discurso para parabenizar a ABO por manter ao longo destes anos esse evento trienal, que traz benefícios para todos os colegas de profissão e estudantes. “Agradeço também a confiança na condução dos trabalhos realizados pela comissão organizadora”, disse o odontologista, que lamentou a ausência de incentivo dos órgãos institucionais e atribuiu o sucesso do evento a comissão organizadora, que segundo ele, vestiu a camisa do congresso sem medir esforços,. Quem também se pronunciou foi o senador Paulo Davim, que disse que já organizou eventos como este e que sabe das dificuldades para se promover um evento de tamanha envergadura. “Queiro deixar bem claro, meu respeito pela odontologia. Não sei porque há uma dissociação da saúde bucal com a do resto do corpo. Infelizmente é dada pouca importância à saúde bucal, quando tudo começa pela boca: o alimento, a palavra, o beijo”, lamenta o senador, que garantiu estar presente neste desafio. “Estou no Senado contribuindo com a mudança dessa concepção. Tentando construir um sistema mais justo de saúde pública, para assistir aos brasileiros que trazem consigo a sua dor, mazelas, esperança de cura e de ver um sistema de saúde mais resolutivo e ao alcance de todos”, conclui. Ao final do discurso, o senador se colocou a disposição para atender aos representantes das entidades do segmento odontológico. Terminada a solenidade de abertura, os participantes foram convidados para um coquetel, ao som de Diogo Guanabara, Camila Masiso e Macaxeira Jazz. EXTRA Assessoria de Comunicação - Rua Cel. Francisco Borges, 105- Tirol. Natal/RN www.extracomunicacao.com.br – contato@extracomunicacao.com.br Ana Beatriz Pires – 9132-3654 / Ariadne Monteiro – 9908-8777 / Fabrine Medeiros - 9921-9910 / Milena Martins - 9985-1912

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

INFORME


A diretoria do SOERN informa que a partir desta quarta-feira, 22, a sede do sindicato estará funcionando, através de um estande, no  XII Congresso de Odontologia do RN que inicia nesta quinta-feira,23, até o dia 26, no Centro de Convenções de Natal.

Na segunda-feira,27, o expediente do sindicato volta ao seu horário de funcionamento  normal.

Agradece a Direção.

Reunião FIO em Natal

Acompanhe nesse exato momento os 12  representantes dos sindicatos dos odontologistas de estados do Brasil reunidosr no Ponalmar Praia Hotel , com a Federação Interestadual dos Odontologistas – FIO, presidida por Welington Melo e o vice-presidente José Carrijo.



Amanhã Natal sedia o XII Congresso de Odontologia do RN


Entre os dias 23 e 26 de agosto, acontece no Centro de Convenções de Natal o XII Congresso de Odontologia do RN, promovido pela  Associação Brasileira De Odontologia – ABO.

O encontro terá como tema o "Impacto da Tecnologia na Prática Odontológica" e entre os palestrantes do evento estará Cassius Carvalho Torres Pereira,  convidado pelo Sindicato dos Odontologistas do Rio Grande do Norte – SOERN, especialista em periodontia, doutor estomatologia, professor  da Universidade Federal do Paraná e Consultor do Ministério da Saúde em Estomatologia.

A sua vinda a Natal, traz a tona a discussão do CÂNCER BUCAL. O SOERN, preocupado com a realidade da incidência dessa enfermidade, objetiva, com a vinda do Prof. Cassius, alertar os profissionais e a população do RN, para as formas de diagnosticar e tratar precocemente o câncer de boca, a fim de diminuir o número de mortes causadas por essa doença.

Curriculum – Cassius Torres
Graduado em Odontologia pela Universidade Federal do Paraná (1995) e Doutorado em Odontologia (Estomatologia) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2002). Atualmente é Prof. Adjunto da Universidade Federal do Paraná na Graduação e no Programa de Pós-Graduação (Mestrado) em Odontologia, área de concentração em Saúde Bucal durante a Infância e Adolescência. Na graduação atua nas disciplinas de Estomatologia e Metodologia da Pesquisa em Saúde. Presta consultoria para o Ministério da Saúde na área de Estomatologia e realiza atividades de pesquisa em telessaúde, repercussões estomatológicas do tratamento oncológico, câncer bucal e epidemiologia das doenças bucais.

Federação Interestadual dos Odontologistas se reúne Natal


Federação Interestadual dos Odontologistas se reúne Natal

Hoje,22, e amanhã 23 de agosto, os representantes dos sindicatos dos odontologistas de todos os estados do Brasil irão se reunir no  Pontalmar Praia Hotel , com a Federação Interestadual dos Odontologistas – FIO.
A FIO é uma entidade que congrega os sindicatos de odontologia do  país e na oportunidade será discutido o atual contexto político do pais, além de questões inerentes à categoria, como piso salarial, tabela de honorários dos credenciamentos, questão do serviço público no país, entre outros. 
O encontro em Natal é organizado pelo Sindicato dos Odontologistas do Rio Grande do Norte – SOERN e que tem como representante Ivan Tavares.

Entidades reúnem candidatos para debate no SINPOL


domingo, 19 de agosto de 2012

CNCC APRESENTOU CONTRAPROPOSTA



A Comissão Nacional de Convênios e Credenciamentos (CNCC), visando a melhoria da qualidade dos serviços odontológicos prestados aos usuários, e garantir aos profissionais uma remuneração justa, após reuniões, deliberou no dia 17 de agosto de 2012, apresentar uma proposta que norteará as negociações com as Operadoras de Planos Odontológicos, levando em consideração a realidade de mercado da Saúde Suplementar na Área Odontológica do Brasil.

Constatou-se que o Índice Multiplicador (semelhante à Unidade de Serviço – US) para início do processo negocial, deverá corresponder, no mínimo, a 40% do índice proposto como referência na Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Odontológicos - CBHPO - (0,68), valor atualizado em julho de 2012 pelo INPC/IBGE, com correção anual, bem como seja adotada a estrutura organizacional da classificação.

Este marco representa a construção inicial de uma correção progressiva por meio de um cronograma estipulado pelas partes, tendo como meta alcançar a aplicação da CBHPO em sua plenitude.

Exemplificando a proposta:

Convênio X que pague pelo procedimento de Resina (1 Face) o valor de R$ 17,77, a CNCC propõe que para este procedimento o valor seja de 40% da CBHPO = R$ 47,10.

Esta proposta foi enviada como contraproposta às proposições já recebidas.




VENHA E PARTICIPE!

FAÇA SUA INSCRIÇÃO NO SITE:


GARANTA SUA VAGA

E O ENVIO DE SEUS TRABALHOS.

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Reconhecimento


O SOERN, através do seu presidente, Ivan Tavares, parabeniza o Médico Geraldo Ferreira pela sua posse. dia 16, em Brasília, como presidente da Federação Nacional do Médicos - FENAM.

Esta homenagem é uma forma de externar o nosso

orgulho em ver um membro do movimento sindical da

saúde do Rio Grande do Norte como destaque de tão 

importante entidade da Federação brasileira.
O evento foi realizado no Espaço da Corte e oficializou, de forma solene, a transferência de gestão da Federação, em atividade desde o dia 1º de julho.

Foto: Tribuna do Norte

O SOERN NO CONGRESSO DE ODONTOLOGIA






Durante o XII Congresso de Odontologia, o SOERN promoverá 02 mesas redondas, no dia 24/08 (6ª feira).

Os servidores estaduais e municipais (da Grande Natal) que não estiverem inscritos no Congresso e desejarem participar deste evento, deverão efetuar a sua inscrição no SOERN, até 2ª feira (20/08), gratuitamente, mas lembramos que essa inscrição só dará acesso aos nossos eventos,  conforme programação abaixo:

Manhã: 09  às  12horas:

Visão atual da atenção odontológica nos municípios de Natal/RN e Campo Grande/MS

Tarde: 14  às  18horas:

Conhecimento, práticas e atitudes em relação ao diagnóstico do câncer de boca na visão do Cirurgião Dentista

INSCRIÇÃO GRATUITA SOMENTE PARA OS 02 EVENTOS:  Tel. : 3206-3498 – Horário Comercial

sábado, 11 de agosto de 2012

PARABÉNS, PAIS SINDICALISTAS!!!


AS MÃOS DO MEU PAI (*)

As tuas mãos têm grossas veias como cordas azuis
sobre um fundo de manchas já cor de terra
— como são belas as tuas mãos —
pelo quanto lidaram, acariciaram ou fremiram
na nobre cólera dos justos...

Porque há nas tuas mãos, meu velho pai,
essa beleza que se chama simplesmente vida.
E, ao entardecer, quando elas repousam
nos braços da tua cadeira predileta,
uma luz parece vir de dentro delas...

Virá dessa chama que pouco a pouco, longamente,
vieste alimentando na terrível solidão do mundo,
como quem junta uns gravetos e tenta acendê-los contra o vento?
Ah, Como os fizeste arder, fulgir,
com o milagre das tuas mãos.

E é, ainda, a vida
que transfigura das tuas mãos nodosas...
essa chama de vida — que transcende a própria vida...
e que os Anjos, um dia, chamarão de alma...


(*) Mário Quintana, Poeta gaúcho:
30.07.1906-Alegrete/05.05.1994-Porto Alegre

sábado, 4 de agosto de 2012

ENTREGA DE TÍTULO DE CIDADÃO DO RN A EX-PRESIDENTE

O PRESIDENTE DA 

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO 
ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

DEPUTADO RICARDO MOTTA 

CONVIDA:

Sessão Solene de 
Entrega do Título de Cidadão do RN

Agraciado: 
DR. CARLOS AUGUSTO MARQUES GURGEL
(EX-PRESIDENTE DO SOERN)

Propositor: 
Deputado Gustavo Carvalho

Quando: 
Dia 10.08.2012 - 6ª feira - 09 horas

Onde: 
Plenário Deputado Clóvis Motta da 
Assembleia Legislativa do RN

Traje: Passeio Completo 

OBS.: Gentileza confirmar presença 
ao Cerimonial 

         Tel. 84 - 3232.5364 - Fax 3232.5761
   
          cerimonial.alrn@bol.com.br


quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Resultado final da seleção dos candidatos para o Curso de Medicina Oral e Odontologia Hospitalar



CANDIDATOS APROVADOS E CLASSIFICADOS

CANDIDATOS
NOTA FINAL
1
Ana Stella de Vasconcelos Villar
9,75
2
Alzira Maria Batista Guará
9,50
3
Ana Clara Guedes Queiroz
9,50
4
Heverton Fernandes Duarte
9,25
5
Vilma Maria de Morais Jales
9,00
6
Verônica de Lourdes T. P. Negreiros
9,00
7
Odegleide Trindade da Silva
9,00
8
Flávio Eugênio da Rocha Calife
8,75
9
Karla Maria Falcão Lima
8,75
10
Eimar Lopes de Oliveira
8,75
11
Teresa Neumann Dantas A. Noberto
8,75
12
José Valtemir de Sena
8,50
13
Maria de Fátima Trindade P. Campos
8,50
14
Patrícia Medeiros de Oliveira
8,25
15
Laércio Antônio de Souza
8,00
16
Maria do Rosário Avelino B. Silva
8,00
17
João Batista Costa Fontes
7,75
18
José Martins de Castro Neto
7,50
19
Humberto Dantas
7,50
20
Rita de Cássia Fassanaro do Monte Alves
7,50
21
Vânia Conceição Bezerra Rodrigues
7,50
22
Edson Luiz Cirilo
7,50
23
Silvaneide Bezerra dos Santos
7,25
24
Regina Lúcia de Medeiros Santos
7,25
25
Iara Davin Gomes Parente
7,25
26
Maria Cristina Maciel Bezerra Miranda
7,25
27
Cristhiane Séfora F. de O. Mesquita
7,25
28
Fabrízia Maria Amorim Serafim
7,25
29
Ana Karolina da Silva Dantas Barros
7,25
30
Maria do Rosário T. de A. Leitão
7,00
31
Francisco Wilson Fernandes Rodrigues
7,00
32
Edna Maria Galvão
6,75
33
Maria do Socorro Medeiros Santos
6,75
34
Coleta Maria de Medeiros
6,75
35
José Airton Lopes
6,75
36
Patrícia Lylian Lemos de Farias Fonseca
6,75
37
Gláucio de Morais e Silva
6,75
38
Lúcia Helena Silva Vieira Holanda
6,75
39
Geórgea Alves de Medeiros Lopes
6,50
40
Nancy Loyola Dantas
6,50





CANDIDATOS APROVADOS E NÃO CLASSIFICADOS*
*Candidatos na lista de suplência.

CANDIDATOS
NOTA FINAL
1
Anne Cristine de Queiroz Diógenes
6,25
2
Maria Luzinete Gomes da Costa Araújo
6,00
3
Maria da Guia Dantas Araújo
6,00
4
João Eduardo Ribeiro Marinho
5,50
5
Elizabeth Cristina Peres Cruz de Lima
5,50
6
Maria Aparecida de Oliveira Silva
5,00
7
Célia Falcão Rodrigues
5,00






                                                                              
Natal 02 de agosto de 2012
Comissão Examinadora: José Ferreira Campos Sobrinho
                                             Marcos Paiva da Rocha
                                             Marco Aurélio de Medeiros Silva