quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

ODONTOLOGIA HOSPITALAR


Caros Colegas:

Em 2013, iniciamos um processo de trabalho com vistas à criação e implantação do Serviço de Odontologia Hospitalar nos hospitais da SESAP/RN. Para tanto, nos dirigimos à Secretaria Estadual de Saúde e, reunidos com o Setor de RH da mesma, Dr. Ivan e Dr. Campos, mostraram o projeto do Curso, na tentativa de realizá-lo pela Secretaria. Contudo, eles apenas nos evidenciaram empecilhos e barreiras, de tal forma que, se fôssemos esperar por verba do Governo, levaríamos mais de um ano para estabelecer o nosso projeto. Tínhamos pressa porque queríamos relotar um grande contingente de colegas municipalizados, desejosos de voltar para o Estado. Num grande esforço, com mensalidades bem abaixo do mercado, considerando os cursos oferecidos por empresas e associações especializadas no ramo, formamos, em treze meses de aulas teóricas e treinamento presencial no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, trinta e nove colegas. Todos funcionários públicos da SESAP/RN.
Adaptamos o nosso currículo ao preconizado pelo já criado, Colégio Brasileiro de Odontologia Hospitalar, que, pelo perfil por nós apresentado e pelo número de horas do Curso – 520 horas – reconheceu-o como de Habilitação e inclusive, chancelando o nosso certificado.
Durante o transcurso das aulas mantivemos inúmeras tratativas com a SESAP, desde o seu Setor de RH até o Secretário Estadual de Saúde. Deles todos, tínhamos a promessa de que o Serviço, nos hospitais, somente seria iniciado, quando do término do Curso e após a criação e publicação de uma Portaria que daria exclusividade de atuação em UTI’s, somente aos Cirurgiões-Dentistas que estivessem habilitados.  
Acontece que, para nossa desagradável surpresa, a Direção da Secretaria Estadual do RN, imprudente, negligente e irresponsavelmente, iniciou o processo de lotação de CD’s, sem o mínimo critério, pondo em risco a vida de seres humanos internados e não dando a mínima atenção para todo o cuidado que tivemos de somente indicar colegas com possibilidades reais de trabalho em ambiente de tão alto risco. Pena que colegas nossos, com irresponsabilidade igual, estão indo como verdadeiras manadas à nova área de atuação de Odontologia que nós, após descobri-la e apresentá-la à SESAP, quisemos iniciar com tanto critério, inclusive para preservar o bom nome da Odontologia, dando-lhe o que de fato é - ou deveria sempre ser – uma conotação científica precisa. Afinal, a Odontologia é uma Ciência reconhecida. Muitos dos nossos colegas é que ainda não descobriram.
Temos a consciência tranqüila de que fizemos o melhor que estava ao nosso alcance. Continuamos na luta pela defesa dos nossos ideais: por uma corporação qualificada, com condições ideais de trabalho e remuneração digna.
“Somos enquanto lutamos. Lutamos enquanto vivemos”.

                                                                                          DIRETORIA DO SOERN


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.