sexta-feira, 17 de julho de 2015

Prefeitura de Arez nega reajuste salarial para os dentistas

O Sindicato de Odontologia do Rio Grande do Norte – SOERN – participou  na manhã de hoje (17), de uma audiência, partilhada pelo Conselho de Odontologia do Rio Grande do Norte – CRO/RN no município de Arez/RN para  saber uma resposta sobre defasagem salarial e carga horária, que foi pauta da reunião do dia 11 de junho. Quem participou da reunião foi a secretária de administração, Bruna Kelly Silva, e a secretária de saúde, Jacione Arcanjo, assim como os cirurgiões dentistas lotados no município.
 
Na oportunidade, o presidente do SOERN, Dr. Ivan Tavares falou sobre o que  foi discutido na última audiência e enfatizou sobre o piso salarial lançado pelo Sindicato para todo Estado, baseado em estudos do DIEESE.  “O salário pago hoje aos profissionais de Arez é vergonhoso, de R$ 2.200,00 ( Dois mil e duzentos Reais). São seis anos sem reajuste, para os seis profissionais que atuam no município”,  disse para os presentes e lembrou que Arez precisa desses profissionais para atender a comunidade que necessita de uma tratamento odontológico.
 
 
 
A secretaria de Saúde do município, Jacione Arcanjo explicou que a gestão tem boa vontade, mas tem que trabalhar conforme a realidade de Arez. “Não temos condições de acatar com o salário sugerido por vocês”, afirmou e lembrou que  com a mudança de gestão fica difícil assumir esse compromisso.
 
Diante da resposta da secretária, o presidente Dr. Ivan Tavares disse mais uma vez que a situação era vergonhosa e sugeriu a redução da carga horaria, que também não teve resposta positiva durante a audiência. “Também não podemos diminuir a carga horária”, disse Jacione.
 
A Secretária Jacione sugeriu o transporte do município para os servidores como solução e economia, mas essa resposta ainda vai ser para o dia 14 de agosto, onde terá uma reunião antes com o prefeito do município Erço Paiva para saber se pode oferecer isso aos seis profissionais. Dr. Ivan Tavares e os demais saíram inconformados com o descaso. “Lamentamos não ter uma resposta positiva das secretárias presentes”, finalizou
 
 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.