quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Assembleia discute paralização de greve

A paralisação será uma possibilidade de enfrentamento à decisão de revogação da Súmula nº 24

Na noite de ontem (12), no Conselho Regional de Odontologia – CRO, o presidente do Sindicato dos Odontologistas do Rio Grande do Norte – SOERN, Dr. Ivan Tavares se reuniu com a categoria para mostrar a situação desfavorável que os dentistas se encontram no momento, se referindo a decisão de revogação da Súmula nº 24, do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN). A partir dessa decisão, serão cortadas da aposentadoria, dos servidores estaduais, as gratificações, agora entendidas como temporárias, a insalubridade e  o adicional noturno.
“A situação é muito ruim, e é a hora de tentar mudar”, disse o presidente Ivan Tavares,  durante a assembleia. Ele aproveitou a oportunidade para explicar que a decisão é de dezembro de 2014, mas os aposentados passaram a apresentar os descontos nas folhas de pagamento no mês de julho deste ano.
Dr. Ivan Tavares explicou para os presentes que após a confirmação do corte e da revogação da Súmula nº 24, os sindicatos das categorias afetadas pela decisão – entre eles Sinmed RN, Sinsaúde, Sinpol, Sinfarm e Soern participaram de audiência com a secretária-chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha.  A audiência foi realizada no último dia 06, para cobrar providências do governo quanto à medida do Tribunal de Contas do Estado.

A Assembleia Geral teve como objetivo esclarecer a revogação da súmula e votar encaminhamentos. A paralisação geral da categoria é levantada como uma possibilidade de enfrentamento à decisão.
 

 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.