segunda-feira, 17 de agosto de 2015

SOERN participa de movimento e se posiciona à favor da greve na saúde

Hoje pela manhã (17), o Sindicato dos Odontologistas (SOERN), realizou uma Assembleia, em sua sede para discutir com a diretoria e cirurgiões-dentistas, servidores do Estado, a postura do atual Governo em relação às gratificações.
A categoria foi unânime na decisão pela greve. Os cirurgiões-dentistas e os demais profissionais da saúde estão reivindicando a não retirada das gratificações: insalubridade e adicional noturno.





O presidente do SOERN, Ivan Tavares falou que o Sindicato é a favor da paralisação. “O Governo do Estado está querendo tirar a insalubridade e o adicional noturno dos profissionais aposentados e não podemos permitir”, disse o presidente.
Ao final da Assembleia, todos os presentes, seguiram rumo ao Hospital Walfredo Gurgel, onde aconteceu um movimento com diversos sindicatos, dentre eles: SOERN, Sinmed, Sindsaúde, entre outros. 
A diretora do SOERN, Teresa Neumann falou sobre a possível greve. “É importante que a categoria acorde para o pleito dessa luta. Dessa vez, o que queremos é a permanência das nossas gratificações”, disse e acrescentou que as consequências disso tudo, os profissionais sentirão no bolso.













O cirurgião-dentista Eimar Lopes, esteve presente no movimento. “A categoria luta por um direito que nós temos e que está sendo usurpado pelo gestor estadual. Os profissionais estão achando que é brincadeira, pois não querem vir para às ruas. Se não resolver essa situação, a greve permanecerá por tempo indeterminado”, ressaltou Eimar Lopes.
Ivan Tavares, no microfone, chamou os profissionais bucofaciais de plantão no Walfredo, para participar da movimentação. “Vocês do plantão, não se acomodem e venham para a luta conosco”, convocou o presidente do SOERN. Aproveitou a oportunidade e falou sobre a inclusão dos municipalizados na Lei 511. 













Já o diretor do SOERN, Flávio Calife disse que sentiu falta da participação dos aposentados. “Essa luta é para eles, profissionais que já se aposentaram no período, de agosto de 2014 para cá e, para aqueles, que ainda irão se aposentar”, completou.


Amanhã (18), às 14h, na Assembleia Legislativa, vai acontecer uma audiência pública para debater a retirada dessas gratificações pelo Governo do RN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.