sexta-feira, 11 de março de 2016

O VII Ciclo de Atualização da Grande Natal e da 1°, 3°e 7° regiões de Saúde começou ontem

A abertura do VII Ciclo de Atualização da Grande Natal e da 1°, 3°e 7° regiões de Saúde iniciou na manhã de ontem (10), no Praiamar Natal Hotel. O evento, é uma realização do CRO/RN, com apoio do Conselho Federal de Odontologia e das secretarias municipais de saúde das regiões já citadas.
Quem deu as boas vindas aos presentes foi o presidente do CRO, Dr. Gláucio Morais. Ele disse que o CRO, em 2012, denunciou que Natal não distribuía nenhuma prótese. “Estamos em 2016 denunciando a mesma coisa. 10% da nossa população necessita de prótese em pelo menos alguma das arcadas, sem contar os adolescentes, que precisam de prótese parcial”.   
O diretor do SOERN, Flávio Calife, fez uma saudação especial para as mulheres, pelo seu dia e disse que existe um projeto de lei, encaminhado a Câmara Municipal, de quebra da isonomia salarial, entre a categoria médica e as demais. “Várias vezes, estivemos com o secretário de saúde tentando demovê-lo dessa ideia. Entendemos que deve existir um plano de carreira SUS, que englobe todos os profissionais da área de saúde. O projeto não foi votado, talvez por forças políticas contrárias. Temos que estar atentos e fortes”, disse. Ele também falou sobre o Ponto Eletrônico, que está chegando com força total. “Nós, como entidade, não somos contra a implantação do mesmo, mas somos contra a forma como está ocorrendo. Colegas na região Oeste, com salários muito baixos e sendo forçada a passar o dia inteiro no trabalho por profissionais do Ministério Público, que ganham 10 ou 20 vezes a mais do que eles ganham”.
Teresa Neumann, também deixou suas palavras em nome da FIO. “Nosso presidente, José Campos, está em Brasília pleiteando um assento, junto a Agência Nacional de Saúde, para  a Federação e para as associações, já que hoje só existe para o CFO. Também, a FIO junto com a FNO enviará um projeto para o Ministério da Saúde, solicitando que os municípios que não tenham Plano de Cargos e Salários percam a a autonomia sobre a sua gestão financeira.”.
Jaldir Cortez, da Academia Norte-rio-grandense de Odontologia, disse que apesar de tantas crises, o CRO não quebrou a expectativa de trazer essa atualização para os dentistas. “Que nós possamos sair daqui melhor do que entramos”, desejou a todos.
 A diretora do Curso de Odontologia da Universidade Potiguar, Maria Alice Pimentel também deixou suas palavras: “Parabenizo o Conselho por essa iniciativa, que traz toda atualização não só que diz respeito à questões técnicas de nossa profissão, como também nas discussões atuais, alusivas a política e saúde pública”.
O coordenador estadual de saúde bucal do RN, Marco Aurélio Oliveira, falou da satisfação que é participar do evento. “Este é um momento importante que estamos vivendo no País e precisamos refletir, enquanto profissionais de saúde. Momento difícil! O Ministro da Saúde, Marcelo Castro, e o Coordenador de Saúde Bucal foram escolhido sem ouvir as entidades de saúde em geral. Atenderam apenas às indicações políticas que não concordamos. Está havendo um retrocesso do SUS”, lamenta.

O secretário geral do CFO, Eimar Lopes parabenizou o Conselho. “O CRO/RN hoje goza de um respeito político bastante relevante no cenário nacional e que ousa ao discutir questões que até então eram consideradas utópicas”. 










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.