terça-feira, 27 de dezembro de 2016

SOERN participa de audiência pública na Câmara dos Vereadores

Na manhã de hoje (27), os representantes do SOERN e de outros sindicatos participaram de Audiência Pública proposta pelos vereadores Júlio Protásio e Sandro Pimentel, na Câmara Municipal de Natal. O objetivo da audiência era falar sobre o cumprimento da Lei Orgânica que trata do pagamento dos servidores públicos municipais de Natal. Com auditório lotado, o evento foi considerado um sucesso, e contou com propostas e debates enriquecedores.

De acordo com a presidente do Sinsenat, Soraya Godeiro, a conversa agendada para tarde de hoje com o prefeito, poderá seguir um caminho de diálogo e negociação ou de radicalização. “As coisas apontadas aqui são preocupantes. Não é verdade que existe uma decisão judicial, do Tribunal de Justiça do Estado, dizendo que o prefeito pode pagar até o dia 5º útil de cada mês.  Todas as ações que os sindicatos ajuizaram, foram para que haja o cumprimento da lei orgânica do município, que diz que o pagamento deve ser efetuado até o último dia útil de cada mês”, disse e acrescenta que trouxeram essa informação de forma equivocada porque querem alterar a lei orgânica do município de Natal.

O vereador Júlio Protásio disse estar satisfeito com a participação expressiva da população. “Espero que todas as audiências públicas sejam assim, abarcadas por respostas do governo com decisões imediatas, como essa, na qual o governo se antecipou e depositou na conta dos servidores o salário devido de novembro, uma vitória da mobilização de vocês, uma vitória da mobilização exercida no Governo e na Câmara Municipal”, disse e acrescentou que em conversa recente com prefeito se colocou à disposição para ajudá-lo a economizar, a arrecadar mais, mas que não contasse com ele para arrochar ainda mais o servidor, que já está pagando há três anos sem data base.



O diretor do SOERN, Flávio Calife, parabenizou os servidores pelo movimento, em especial aos que participaram do coral de Natal na última sexta-feira. “Tenho certeza que o coral da Árvore de Mirassol já virou atração turística. O executivo este ano quebrou um princípio basilar de Natal, que era o da isonomia salarial entre os servidores da categoria. Esperamos que o executivo traga a esta casa um projeto que restaure a isonomia salarial entre os servidores da saúde”, disse.


Já a Secretária Municipal de Administração (SEMAD), Jandira Borges, disse que o prefeito não anuncia calendário porque a situação da arrecadação está difícil. “De que adianta fazer um calendário sem conseguir honrar? Esperamos que em 2017 possamos mostrar um calendário possível de ser cumprido”, disse Jandira.          

A secretária adjunta especial da Sempla, Joanna Guerra falou que é preciso ter sensibilidade em relação às consequências que este momento traz na vida de cada um de nós. “Trabalhamos de forma dura em busca de retificar alternativas e buscar as melhores soluções para sair dessa situação difícil que nos encontramos. A Sempla, junto às demais secretarias do município, discute medidas de ajustes, que aumentem a arrecadação e diminuam as despesas, para que possamos mitigar o desequilíbrio econômico entre receita e despesa”.

A vereadora Amanda Gurgel parabenizou os servidores pela presença maciça. “Apesar de toda humilhação a que nós trabalhadores somos submetidos, estamos resistindo. Aqui o tempo todo se fala de dificuldade. Os auditores fiscais do município têm comparecido frequentemente à Câmara para dizer que não existe frustração de receita em Natal. A receita do município, a que compõe a fonte 111 está muito bem, obrigada”, disse. Ela falou ainda da má administração do dinheiro. “O que tem sido feito com o dinheiro que se tem? Escolha, se é para dar calote, vai dar calote nos servidores ou em banco? Bancos são trilionários, mesmo diante da crise econômica. Quais as prioridades do prefeito? Festas?”, indagou Amanda.

Quem também se manifestou foi o vereador Sandro Pimentel. “O prefeito vai entrar para o quarto ano dando calote, literalmente, na data base do servidor. Basta! Chega! O servidor não aguenta mais esse prefeito de araque”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.