terça-feira, 23 de maio de 2017

Saúde bucal pública como política de Estado

Uma das principais bandeiras da Federação Interestadual dos Odontologistas (FIO) é a consolidação da política de saúde bucal - Brasil Sorridente como política de Estado. E isso pode estar perto de se tornar realidade. O PLS  n°8, de 2017, de autoria do senador Humberto Costa (PT/PE), que dispõe sobre a política Nacional de saúde bucal no âmbito do SUS (política de Estado), está na pauta da Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS) para ser votado, em caráter terminativo, nessa quarta-feira, dia 24/05.
A FIO apoia a proposta do senador  e já encaminhou ofício para todos os membros da Comissão de Assuntos Sociais pela aprovação do projeto.
        A Federação conclama seus sindicatos filiados, as entidades da odontologia e cada cirurgião-dentista a fazer o mesmo junto aos senadores de seus estados e aos membros da comissão. O relator é o Senador Randolfe Rodrigues (SD/Amapá) e a presidência da comissão está com a Senadora Marta Suplicy (PMDB/SP).
        O presidente eleito da FIO, José Carrijo Brom,  reafirma a importância de toda a categoria se empenhar junto aos senadores da Comissão de Assuntos Sociais do Senado solicitando esse apoio. “Saúde Bucal como política de estado é bom para o país, para a população e para os profissionais da Odontologia”, concluiu Carrijo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.