quinta-feira, 16 de maio de 2013

Soern apresenta propostas e reivindicações para Secretário adjunto da Saúde do RN

Hoje pela manhã (16), o presidente do SOERN Ivan Tavares, juntamente com os diretores Teresa Neumann e Flávio Calife estiveram na Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Norte - SESAP, para apresentar propostas e reivindicações dos cirurgiões dentistas do Estado para o secretário adjunto, Marcelo Bessa, uma vez que o secretário Luiz Roberto Fonseca encontra-se em viagem.
Na conversa o presidente do Sindicato, Ivan Tavares falou sobre o curso de Odontologia Hospitalar promovido pela entidade que beneficia mais de 30 profissionais da categoria  e os qualifica para atendimentos em leitos de UTI’s e enfermarias. Apontou ainda a necessidade do RN se adequar a essa realidade,  já que alguns hospitais do Brasil, como em São Paulo e no Paraná já possuem profissional especializado dentro nas unidades públicas hospitalares. “Precisamos de um apoio do governo para que isso seja uma realidade no Rio Grande do Norte, seremos o pioneiro do Nordeste”, relata Tavares.
A falta de tratamento dentário aumenta a possibilidade de infecções nas UTI’s e pode causar até pneumonia é o que explica Teresa Neumann. “A higiene bucal deficiente é comum em pacientes internados em UTI’s e esse problema propicia a colonização do biofilme bucal por microrganismos patogênicos”, completa Neumann.
O diretor Flávio Calife, lembrou a necessidade de pessoal qualificado para a realização desse tipo de assistência.
Ivan Tavares descreve que esse Projeto de Lei que torna obrigatória a presença de cirurgiões-dentistas em UTI’s, foi aprovado na Câmara e tramita agora no Senado. Ainda reforça a necessidade do Governo do Estado implantar esse atendimento no RN. “Esses alunos do curso já são funcionários do Estado, o governo apenas teria que ajudar a tornar isso uma realidade para a sociedade potiguar”, enfatiza.
O secretário adjunto Marcelo Bessa concorda sobre a importância dos cirurgiões dentistas dentro dos hospitais, e ficou de apresentar a proposta para o secretário de saúde do Estado e para a governadora Rosalba Ciarline. “Semanalmente sentamos com a governadora, e já irei colocar na nossa reunião esse tema, que é de suma importância para pacientes hospitalizados”, disse.
Na oportunidade os representantes do SOERN apresentaram documentos, matérias e leis que obrigam a presença de cirurgiões-dentistas em unidades hospitalares e ainda, aproveitaram para apresentar alguns pontos de reivindicações da classe, descritos  a seguir:
  1. Piso salarial de R$ 10.412,00, para 20 horas;
  1. 40 horas extensivas a todos os cirurgiões-dentistas;
  1. Criação da gratificação de atividade odontológica;
  1. Reajuste linear de vencimentos dos servidores em 23,17%;
  1. Implantação da tabela de incentivo à qualificação;
  2. Data base em 1º de maio;
  3. Revisão da forma de pagamento da produtividade;
     8.  Pagamento de insalubridade dos colegas que não estão recebendo, porém fazem jus;
     9.  Não terceirização dos hospitais estaduais (SESAP/RN);
    10. Melhores condições de trabalho.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.